23) Live - Lilith nos Signos e nas Casas Astrológicas

 


Quem é Lilith? Como este arquétipo atua nos signos e casas astrológicas? 
As Temáticas da live, por minutagem, estão ao final do texto.

A Lilith é um arquétipo que tem muitos nomes e faces que aparecem em mitos, folclore, cinema, livros, em textos religiosos e astrologia.

Mas principalmente ela está em nós, como uma dimensão misteriosa que guarda tudo o que não queremos ou não podemos integrar. Tudo o que banimos e exilamos.


O MITO DE LILITH

No Alfabeto de Bem Sira

Texto satírico incorporado como texto religioso

pelos rabinos da época

 

Deus modelou Lilith e Adão da própria Terra para serem parceiros no Jardim do Éden. O paraíso para eles acabou ao descobriram que não concordavam com nada.

Na verdade, era o Adão quem mais reclamava, principalmente porque Lilith não queria ficar embaixo dele nas relações sexuais. Na verdade, ele estava reclamando porque ela não queria ser subserviente a ele.

Para reforçar seus argumentos para sua esposa, Adão afirma que ela tinha sido feita das impurezas da Terra e não da Argila Vermelha da qual ele era feito.

Um dia, a Lilith fica com tanta raiva que grita um nome de Deus que só ela conhecia e desaparece em uma caverna, perto do Mar Vermelho, onde ela começa a namorar com gênios lascivos, criando hordas de filhos-demônios.

Adão não fica muito triste, mas vai se queixar para Deus:

- Soberano do Universo! A mulher que você me deu fugiu.

Deus fica confuso porque isso ia atrapalhar seus planos, então envia três anjos para negociar com a Lilith o seu retorno para seu marido.

Ela se recusa várias vezes, até que os anjos a ameaçam dizendo que vão matar cem de seus filhos toda vez que ela negar o pedido de retornar.

Lilith dá de ombros e diz que foi criada só para causar danos às crianças recém-nascidas, mas promete que se a criança encontrar um amuleto ou a inscrição de seus três nomes, ela deixará a criança em paz.

E o mito termina dizendo que ela nunca mais retornou ao Jardim do Éden, mas passa seus dias conspirando contra mães grávidas, crianças recém-nascidas e homens que ousam dormir sozinhos.

 

FUNÇÕES DO MITO DE LILITH

 

1.   Qual a Função Sociológica do arquétipo de Lilith neste mito?

Se a mulher não se submeter ao homem, ela trará desgraça aos seus filhos.

E o que ela faz diante desta ameaça? Diz que é por do que a ameaça, mostrando sua faceta insubordinável.

Mulheres e homens com a Lilith em Virgem ou em Peixes, Lilith na casa 6, ou na 12, Lilith na casa 7 ou em Libra podem entrar numa relação de casal com estas disputar e tentativas de sujeição da mulher.

 

2.   Qual é a função cosmológica deste mito?

Uma tentativa de controle da natureza. No caso, se o ser humano não controla a natureza, descobrindo todos os seus mistérios, haverá muitas mortes por doenças, principalmente para as crianças que são mais frágeis.

E de alguma maneira isso é verdade. Até criarem a saúde coletiva aqui no Brasil, muitas crianças morriam por falta de vacina, de cuidados, de médicos e porque as mães não sabiam como cuidar delas. Não é natural nem instintivo saber cuidar da saúde de uma criança. Existe um aprendizado que ajudam seus pais a poder garantir uma infância saudável.

Por outro lado, nunca vamos controlar totalmente a natureza, vide a pandemia.

Quem tem a Lilith em Escorpião, em Leão, em Libra, em Capricórnio, na casa 10, na casa 8, tende a achar que pode controlar tudo. Ou não aceita nenhuma autoridade se sua autoridade é ameaçada, que é compreensível.

 

3.   Qual a Função Sistêmica de Lilith neste Mito?

Quem tem histórias em sua família, de mãe e pais que perderam muitas crianças por falta de apoio do marido, da família, do estado, da saúde pública ou por conta da miséria?

Quem ficou desamparada porque engravidou e foi largada?

No Brasil, 74 % das famílias são chefiadas por mulheres, porque os homens, pais das crianças, não estão mais lá.  

Quem tem a Lilith na casa 5, em aspecto com o Sol, em Leão, na casa 3, ou em Gêmeos ou na casa 12, pode ter ancestrais que passaram por isso.


4.   Qual a Função Psicológica da Lilith neste mito?

Ela fala de uma parte de todos nós que é insubordinável, mesmo que a gente a exclua do nosso consciente. Mesmo que agente seja excluída ou excluído por isso.

Por exemplo, o REGIME:

Quando fazemos regime a tendência é a de termos um rebote depois de semanas nos restringindo, nos limitando e nos negando prazer. A gente compensa meses de restrição com uma gula incontrolável.

A melhor maneira de fazer regime, então, é não fazer regime. Porque o regime é como a CAMA DE PROCUSTO. Procusto dava uma cama pequena para seus convidados grandes, cortando seus braços e pernas para caberem nela. E camas enormes para convidados pequenos, esticando seus braços e pernas até preencheram todo espaço da cama.

Todas as formas de massacre do corpo, para ele encaixar num padrão imposto, é como se a Lilith se submetesse às ordens do Adão e às ameaças dos anjos, entendendo eles como as crenças do grupo que pertencemos.

Como a Lilith em nós, mulheres e homens, não se submete, vai ter um rebote enorme.

Quem tem a Lilith em Áries, em Capricórnio, em Virgem e na casa 6; que faz aspecto com da Vênus com aspecto com Saturno, vai tentar controlar seu corpo até seus instintos “darem um drible” e controlarem a pessoa.

 

5.    Qual a pista mística da Lilith?

EXPANSÃO ESPIRITUAL

A Lilth sabe um nome de Deus que ninguém sabe. Ela tem em si o caminho para a liberação espiritual. No Yoga, esta problemão mental do 1º  chacra, onde a serpente kundaline adormecida aguarda um mantra - a ligação direta com Deus  - para nos expandir espiritualmente.

E ela é a assistente de Deus no que se refere à geração e manutenção da vida no planeta. Se a gente tenta controlar o feminino é quase como desfiar o fio que nos teceu.


6.   E para os homens, qual a função mística?

É o despertar espiritual do homem também. Alguém já viu o filme “O Show de Truman”, com o Jim Carrey?  É a história de Adão, Lilith e Eva. Mas, aqui, o Truman quer o efeito da sua Lilith nele, de libertação da prisão imposta em que vivia.


MINUTAGEM DAS TEMÁTICAS DA LIVE


00:00 – 07:27 O que o Folclore revela e a sua relação, como contrapartida, com os textos religiosos.

07:27 – 14:25 Lilith, nossa convidada, conta o mito de Litith segundo os Hebreus.

14:25 – 20:53 Adão, nosso convidado, dá seu depoimento sobre o impacto de Lilith e Eva e a Serpente em sua vida.

 20:56 – 32:59 As Interpretações do Mito de Lilith em suas funções sociológicas, psicológicas, cosmológicas e sistêmicas.

33:00 - Lilith nos signos com exemplos de personagens femininas no cinema.

33:36 - Lilith no signo de Áries

36:00 - Lilith do signo de Touro

39:50 - Lilith no signo de Gêmeos

43:00 - Lilith do signo de Câncer

46:11 - Lilith do signo de Leão

48:55 - Lilith no signo de Virgem (“Ela não é doida, apenas invulgar. Mabel adora os filhos, mas é uma mulher sob influência.”)

52:35 - Lilith no signo de Libra

55:05 - Lilith no signo de Escorpião

58:44 - Lilith no signo de Sagitário

1:01:00 - Lilith no signo de Capricórnio

1:06:50 - Lilith no signo de Aquário

1:09:27 - Lilith no signo de Peixes

1:12:45 -  Lilith nas Casas Astrológicas com citações de grandes pensadoras.

1:14:16 - Lilith na casa 1

1:14:58 - Lilith na casa 2

1:16:15 - Lilith na casa 3

1:19:14 - Lilith na casa 4

1:20:43 - Lilith na casa 5

1:22:12 - Lilith na casa 6

1:24:34 - Lilith na casa 7

1:26:36 - Lilith na casa 8

1:30:35 - Lilith na casa 9

1:33:38 - Lilith na casa 10

1:36:15 - Lilith na casa 11

1:38:34 - Lilith na casa 12


Mônica Clemente (Manika)


#Lilith #Adão #Eva #Astrologia #Astrofenomenologia #diadosaci #diadasbruxas🎃 #Corpo #Lilith #Bruxa #Feiticeira #Diadosaci #Mulher #feminino #exílio #insubordinação


Comentários